O início

Tudo começou com um jovem chamado Lucas Lopes, que gosta muito de ouvir rádios desde pequeno e é apaixonado principalmente pela mecânica, como vinhetas entre as músicas, etc.
Ele inclusive escutava bastante as web rádios otaku brasileiras, mas ficava triste com a qualidade sonora baixa, variedade e falta de cuidado com as músicas.
Como é apaixonado por músicas japonesas, começou com uma pequena brincadeira após conhecer um programa de automação. Fazendo pequenas locuções e vinhetas após as músicas para um pequeno grupo de amigos no Telegram usando um servidor gratuito tentando chamar a atenção de uma garota que ele gostava bastante tocando músicas favoritas da mesma (porém não deu muito certo). Logo, um amigo dele de longa data que mora em Portugal (Luis Andrade ou Lumijean) fez ele levar para frente aquela brincadeira como um projeto publico após muita insistência.
O nome da rádio foi escolhido antes da brincadeira começar com a junção das palavras anime e música. E também um simples meme otaku “animu/mangu” Sendo assim Animu igual a Anime.
Uma maneira diferente de falar anime.
Nome bem simples, bem fácil de decorar e que ajudou e muito a rádio a se destacar principalmente em seu início. A logo já estava pronta antes, a arte também. E só faltava alguns preparatórios e planejamentos para tudo sair do papel.
Como já gostava muito de rádios, começou a levar a ideia a sério criando mais vinhetas além daquelas já criadas com uma voz sintetizada bem fofa. Nasceu a voz da Haruka presente até hoje nas vinhetas da Animu. Investiu em um servidor pago compartilhado com bastante espaço com o pouco que ganhava ajudando seus pais, e assim fundou aquela que era a mais nova rádio otaku brasileira no dia 16 de abril de 2018. Decidiu de vez ter a sua própria emissora com o único objetivo de deixar otakus felizes, ter uma boa variedade de animesongs, sempre manter atualizações e prezar pelo cuidado respeitando tags dos artistas e a qualidade das músicas principalmente. Seguindo o mesmo objetivo de antes mas com amor ao seu projeto.

24 Horas de Animesong

Esse foi o primeiro slogan daquela que iria ser futuramente a rádio mais moe do Brasil.
O seu amigo português Lumijean que fez a ideia ir para a frente no início, ajuda a criar o site e hospedar o mesmo em um site parceiro, a Influverse.
Lucas, o fundador, começa a colocar cada parte com um padrão usando seus animes favoritos, suas cores favoritas, o roxo e o verde, sendo usadas até hoje como as cores padrões da rádio, fazendo tudo com muito carinho.
Lucas gosta muito de animes fofinhos (os famosos animes moe) e sua rádio já estava preenchida com suas animesongs favoritas do mesmos e de outros dos seus animes favoritos. Com todo esmero, continuou seu projeto apesar de todas as dificuldades e de muita gente que duvidou de sua capacidade de manter uma web rádio 100% otaku de verdade. Foi criando vinhetas novas e melhorando cada vez mais a mecânica, investindo em equipamentos novos e sempre procurando melhorar para os poucos ouvintes que lhe davam apoio pelo Twitter, principalmente daquele que seria futuro membro da equipe. Mesmo quase desistindo do projeto em um certo momento bem difícil achando que nunca iria conseguir chegar ao patamar das maiores rádios otaku brasileiras.
Após ver que a Animu naquele tempo era a única rádio que realmente tocava músicas moe em sua programação e de seus grupos favoritos de idols como The IDOLM@STER e principalmente Love Live!, decidiu dar o slogan que dura até hoje e tornar a Rádio Animu, a Rádio Mais Moe do Brasil. Atraindo um publico de jogos e visual novels, saindo do nicho de apenas animesongs em sua programação.
Teve uma das decisões de renomear todas as tags das músicas que tocavam colocando o nome das obras de cada uma das mesmas, com a ideia de fazer o ouvinte conhecer novos animes/visual novels e games se gostar da música apenas olhando os metadados nos players. Passou mais de uma semana fazendo isso mas teve um resultado bem bacana com a mudança.
Foi melhorando, trazendo coisas novas para a rádio, investindo em servidores e painel melhores. Até mesmo quando não tinha tempo algum, tirava um tempinho para se dedicar ao seu projeto. Fazendo tudo sozinho, vinhetas, os programas ao vivo e até mesmo as publicações nas redes sociais da rádio. Até que no início de 2019 as coisas começaram a mudar.

A primeira equipe da mais moe do Brasil – O ano da Animu

Um pouco desanimado no final de 2018, Lucas decidiu entrar em grupos das web rádios Akiba, Rádio J-Hero e a Rádio Blast! com um objetivo de conhecer novas pessoas que também gostavam de rádio. Acabou conhecendo duas pessoas que queriam muito ajudar no projeto após algumas conversas apresentando a Animu.
No início de 2019, o primeiro servidor do Discord era criado, a rádio teria seu primeiro DJ, Gabriel (Taito Nekoyama), que ajudou e muito a Animu a se popularizar entre os otakus do bairro oriental Liberdade no Centro da capital São Paulo e seu primeiro programa semanal, o ChipTaito. Logo após umas conversas e elogios no chat do discord da Rádio Blast, o seu amigo e atual membro da equipe João Vitor (Mr.Zapp) o chama para conversar sobre e quis ajudar a rádio de alguma forma.
João não contente com a maneira que a Rádio Blast estava se comportando mesmo após várias reuniões, decidiu fazer parte de vez da Rádio Animu e sair da sua rádio anterior.
Assim a rádio já contava com dois DJs apresentando programas ao seu modo mesmo sem um painel DJ no tempo, sendo Lucas obrigado a mudar tudo no ar no site de forma manual.
Após um convite, era o momento do Afonso Oliveira (FZero) fazer parte da equipe da Animu, ajudando o Lucas a colocar todas as capas dos álbuns nas músicas e arrumar as tags das mesmas.
Aquele rapaz muito querido pelo seu fundador que dava muito apoio ao projeto e ouvia por horas e horas, até mesmo quando a audiência da rádio quase zerava. E ficava mandando feedback de melhoras no streaming sempre que ele podia.
Estava pronto o novo padrão da rádio, com as capas dos álbuns em seu player, um site completamente responsivo pronto para oferecer uma boa experiência e com um novo aplicativo muito bonito.
Apesar de tudo o site ainda continuava muito bugado, nada funcionava bem e a maioria das coisas eram feitas de forma manual. Lucas já estava maluco tentando arrumar uma forma de resolver tudo. E para piorar, o servidor que ele pagava bem caro mensalmente estava dando problemas feios e fazendo a rádio cair em momentos de boa audiência.
A equipe assim decidiu ter o seu próprio servidor, ter um domínio próprio no site da rádio, saindo da Influverse, pagar a licença do painel para ter acesso a todas as funções e oferecer a melhor experiência para o ouvinte. Após umas conversas, o seu amigo Afonso decide programar um painel DJ funcional, fazendo o programa que está no ar se alterar após o DJ entrar e o locutor(a) ter acesso aos pedidos recebidos de uma forma visualmente melhor e sem burocracia. Logo depois foi criado um novo padrão usado até hoje que se encaixa bem no mobile e também no computador. A Animu começou a fazer recrutamento de pessoas novas para a equipe de locução e social media, várias mudanças no site foram feitas uma após a outra otimizando e sempre melhorando.
Até que Lucas decide ir além.

A primeira web rádio otaku brasileira a ter um sistema de pedidos instantâneo

Lucas queria muito que os seus ouvintes tivessem a capacidade de pedir músicas na playlist dinâmica da sua rádio para tornar a experiência mais completa no geral, fazendo o ouvinte também fazer a sequência no NON-STOP da DJ Haruka, além de mandarem recados e os mesmos aparecerem na home do site.
Decidiu colocar a ideia que ele teve há um tempo atrás de pôr um sistema de pedidos na sua rádio, mas não sabia muito sobre programação e fez algo provisório criando uma lista das músicas que estavam na Animu e uma página com um pequeno formulário.
O problema é que muitos dos ouvintes começaram a pedir músicas que ainda não estavam no catalogo e isso fez encher o sistema com pedidos não atendidos.
Após pedir ajuda de desenvolvedores, um outro português decidiu ajudar com outro problema, até que Lucas sugeriu a ele uma forma de melhorar o sistema. Naquele momento, a Animu seria a primeira rádio otaku a ter um sistema de pedidos automáticos! E o José (Tossa) se junta à equipe para ajudar no desenvolvimento do site da mais moe do Brasil.
O sistema só foi melhorando e melhorando, com os recados sendo mandados até mesmo no servidor do Discord para aumentar a interação direta e tornar a Animu um destaque para as outras do seguimento.

A primeira voz feminina da rádio

Lucas queria muito que sua rádio tivesse uma presença feminina nas principais vinhetas, pois só teve vozes masculinas no início.
O membro da equipe Taito Nekoyama decide chamar uma amiga muito querida por ele.
Após alguns testes, a mesma impressionou nas gravações mesmo usando apenas um celular e fez o fundador a escolher para ser a voz padrão da mais moe do Brasil. Seu nome é Naoko, a garota que fez a rádio ganhar não só uma nova identidade, mas também ter uma mecânica muito mais alegre e viva.
A rádio ganhou uma baita voz que combina muito bem com a mesma, presente até hoje em suas vinhetas e no seu IGA.

O nascimento da imagem da DJ Haruka

Certo dia a equipe decidiu se juntar para tornar realidade uma ideia que o fundador da rádio já teria desde seu início, que era a imagem de uma DJ que seria a responsável pelo NON-STOP.
O nome era Haruka, mas a Animu ainda usava a imagem da Chihaya do The iDOLM@STER como operadora da mais moe do Brasil. Logo o fundador decide criar a imagem da DJ da forma que ele sempre sonhou, a cara da Animu.
Com lindos cabelos longos de cor roxa, lindos olhos verdes, um ahoge fofo e com a marca da rádio em suas roupas. Ali nasceu a DJ Haruka, complementando a voz sintetizada fofa e fazendo a rádio ter uma identidade única.

A maior rádio otaku do Brasil em número de ouvintes diários

A Animu terminou o ano de 2019 e prosseguiu 2020 com todo o trabalho incrível da equipe sendo uma das maiores rádios otakus do país e conseguindo bater até rádios que estão a anos no seguimento várias vezes com picos altíssimos de audiência e ouvintes únicos. Algo que o seu fundador jamais imaginaria desde seu início.
Conquistou parcerias, recebeu inúmeros elogios de ouvintes de várias partes do mundo, inclusive do Japão! Passou a ser uma rádio conhecida no Brasil.
Sempre melhorando, sempre inovando, trazendo as músicas das temporadas de animes recentes, padronizando tudo do site em determinadas épocas especiais do ano e fazendo tudo de coração. A rádio ainda conseguiu três pessoas que fizeram a história ser ainda melhor que é. Rin (Rin Koto), Miguel (Dolode) e também o Gabriel (Vigne), os mesmos ajudaram e muito esse projeto lindo ir para a frente e chegar onde está junto com todos os outros que quiseram colaborar e ajudar e que colaboram e ajudam 💜
Provando que tudo o que falam sobre uma equipe pequena não ser nada, se tornar um completo mito quando se envolve dedicação e amor pelo o que faz.

O futuro da mais moe do Brasil

Continuar sempre prezando por qualidade com cuidado nas músicas e com amor as tags.
Continuar criando tudo com carinho e sempre oferecer a melhor experiência para você ouvinte.
Sem nenhum fim lucrativo e por puro amor a cultura otaku, pois só quereremos difundir a mesma pelo mundo do nosso jeitinho. 💜

– Lucas Lopes, Fundador da Rádio Animu